Primeiros Dentinhos: 5 passos para aliviar o desconforto

O aparecimento dos primeiros dentinhos é uma fase exigente para pais e bebés.

Varia muito de bebé para bebé a fase em que aparecem. É muito comum entre os 5 e os 8 meses mas não há dois bebés iguais e nem todos sentem desconforto com o rompimento dos primeiros dentinhos.

O rompimento dos primeiros dentinhos pode gerar algum desconforto para certos bebés e alguns dos sinais locais e sistémicos que demonstram são:

  • pedir mais maminha;
  • estarem mais quentes ou transpirarem mais (pode haver febre associada);
  • estarem mais agitados e irritados;
  • podem mudar as rotinas;
  • hipersalivação;
  • redução de apetite;
  • levar as mãozinhas à boca para morder;
  • assaduras;
  • diarreia;
  • pele do rosto mais sensível e reativa (principalmente à volta da boca);
  • as gengivas podem estar mais inchadas e vermelhas.

É uma fase em que as mães ou pais que passam mais tempo com os bebés podem voltar a sentir necessidade de descansarem mais como faziam na fase do pós-parto e está tudo certo. É importante aceitar e respeitar que precisa de descanso.

Por vezes a dificuldade é que coincide com a introdução dos sólidos ou ida para a creche e rapidamente os factores a ter em conta levam os pais a sentir-se perdidos.

Sendo um processo natural pelo qual o bebé tem que passar, como podemos ajudar?

Ajudamos com soluções igualmente naturais que irão aliviar a intensidade das respostas do organismo a esta fase.

O primeiro passo é identificar e o segundo é reduzir a inflamação que é o que irá causar mais desconforto e até dor.

Para isso podemos usar as seguintes Soluções Naturais:

Pressão e Frio

Pense em objetos e alimentos que o bebé consiga pegar e ofereça-os frios, como:

  • Toalhitas de tecido ou compressas frias, embebidas em chás calmantes como a camomila;
  • Leite materno congelado;
  • Pedaços de frutas como manga, ananás ou banana;
  • Pedaços de verduras como pepino, cenoura, talos de brócolos;
  • Mordedores feitos sem ingredientes nocivos como a raiz de Íris e os de borracha natural, madeira ou silicone (o bebé irá levar tudo à boca pelo que é importante garantir a segurança);
  • Tetinas e chupetas frias;
  • Uma colher fria.

Ou opte por massajar as gengivas, caso o bebé deixe, com o seu dedo ou uma dedeira ou compressa. Aqui, pode acrescentar uma gota das soluções de seguida mencionadas mas idealmente e como primeira estratégia, apenas pressão e frio.

Segue uma lista de alguns remédios naturais para ingestão que irão ajudar a reduzir a inflamação e dor. Lembre-se que deverá sempre aconselhar-se com um profissional de saúde previamente:

  • Óleo de côco como base para 1 gota de óleo essencial de camomila (de boa qualidade e certificado) para massajar as gengivas;
  • Geis naturais e sem açúcar para este propósito;
  • Tintura de Camomila (pôr num dedal ou compressa e massajar ou dar a tomar);
  • Rescue Remedy (4 gotas);
  • Tintura de Valeriana.

Outras sugestões:

  • Banho com umas gotas de alfazema;
  • Colar de Âmbar;
  • Pode difundir óleos essenciais calmantes como camomila, alfazema ou baunilha;
  • Homeopáticos.

Se o bebé já introduziu os sólidos podemos...

  • Evitar alimentos que não são amigos da inflamação como o: açúcar, refinados, solanáceas, lácteos, grelhados, fritos, picantes;
  • Aumentar e variar a fruta e vegetais e as gorduras vegetais saudáveis como o abacate, óleo de côco.
  • Os purés de maçã e iogurtes (vegetais de côco) também poderão ajudar.

Pode optar por alguns alimentos e snacks como:

  • Biscoitos;
  • Palitos de vegetais com húmus ou guacamole

Ainda é um assunto muito debatido se o aparecimento dos dentes pode baixar a imunidade do organismo mas caso sinta que pode ser uma ajuda poderá optar por:

  • Dar mais maminha (que por vezes os bebés até pedem mais);
  • Introduzir os probióticos (para a mãe se amamentar e para o bebé);
  • Vitamina D (a maioria dos bebés tem deficiência desta vitamina).

Resumindo os passos a seguir:

  1. Pedir apoio a um profissional de saúde para descartar outras potenciais causas e para se sentir mais seguro;
  2. Identificar se estamos perante o rompimento dos primeiros dentinhos;
  3. Tentar criar um ambiente calmo, estável e com muito mimo e maminha. Reforçar o sistema imunitário poderá fazer parte deste passo, tanto para a mamã que amamenta como para o bebé;
  4. Pressão e frio local;
  5. Soluções naturais para ingestão como chás ou tinturas.

Download Gratuito

Neste PDF gratuito, realizado pela Rebento em parceria com a enfermeira Cátia Godinho do projeto “A nossa mãe é enfermeira“, encontrará dicas e conselhos para ultrapassar esta fase com mais tranquilidade.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.