Introdução dos Sólidos: a Alimentação do Bebé de 6 meses

A introdução dos sólidos (alimentação complementar) está indicada a partir dos 6 meses pela Organização Mundial de Saúde. Até essa idade, o leite preencheu todas as necessidades nutricionais do bebé.

Mas agora que ele tem 6 meses, as necessidades do bebé mudam, exigindo assim novos alimentos e nutrientes. Neste artigo damos-lhe alguns conselhos de como é a descoberta da alimentação de um bebé de 6 meses.

No final deste artigo, descarregue gratuitamente 3 receitas saudáveis para fazer para toda a família e para o seu bebé de 6 meses!

Como é um bebé de 6 meses?

Um bebé de 6 meses pesa cerca de 7 quilos. É nesta altura que começam a aparecer os primeiros dentinhos, sendo que os incisivos centrais inferiores são geralmente os primeiros a sair.

Sente que o bebé está um pouco mal-humorado, com fezes soltas e uma leve febre de menos de 38°C? Podem ser indícios da saída dos primeiros dentinhos!

Para aliviar essa fase, pode utilizar um gel calmante para primeiros dentinhos. Uma dica é usar este tipo de bálsamo ou gel num brinquedo ou roca fria e fazer uma leve massagem nas gengivas do bebé, para tentar acalmar o desconforto.

No que diz respeito à alimentação, o bebé ainda possui reflexo de extrusão, ou seja rejeita elementos difíceis. Contudo, esta é a fase para iniciar a alimentação complementar e, se quiser, o Baby Led Weaning.

O sentar sozinho e mostrar interesse pelos alimentos que os pais comem também são 2 sinais muito importantes de que o bebé está pronto para iniciar a introdução dos sólidos.

Alimentação complementar: o que é?

Quando falamos de alimentação complementar falamos da introdução de outros alimentos que não o leite. Esses alimentos são de consistência mais sólida, mas devem ser também fáceis de consumir e de digerir pelo bebé. Devem também responder às suas necessidades nutricionais.

Os 6 meses são a idade recomendada para iniciar a introdução dos sólidos e de novos alimentos, porque antes dessa idade:

  • a produção de saliva do bebé é insuficiente;
  • o bebé ainda não tem enzimas suficientes para digerir os alimentos;
  • os rins do bebé não toleram nem conseguem processar grandes quantidades de proteína;
  • o sistema imunitário do bebé é ainda muito imaturo, o que pode aumentar o risco de sofrer de alergias alimentares.

Introdução dos sólidos num bebé prematuro

No caso de um bebé prematuro, a introdução dos sólidos faz-se da mesma forma que para um bebé nascido com 9 meses. Deve, contudo, utilizar a idade corrigida, ou seja a idade que o bebé teria se tivesse nascido no final normal da gravidez.

Por exemplo, se o bebé nasceu com 32 semanas de gravidez no dia 2 de fevereiro, o bebé festeja os seus 6 meses no dia 2 de agosto. Contudo a sua idade dita corrigida seria 4 meses, pois a data do final da gravidez seria no final do mês de março. Ou seja, deverá nesse caso, iniciar a alimentação complementar por volta do mês de outubro. No entanto, cada bebé é único e o importante é respeitar o seu próprio ritmo e perceber os sinais.

Baby Led Weaning

Uma das práticas para apresentar alimentos ao bebé de forma natural e livre, é o Baby Led Weaning. Esta prática consiste em apresentar ao bebé os alimentos que o resto da família está a comer. Esses alimentos podem estar crus ou cozinhados, dispostos em pedaços para que o bebé os possa agarrar, tocar e levar à boca, se assim o desejar.

Com o Baby Led Weaning, o bebé tem assim uma atitude e postura participativa. É ele que decide o que quer comer, quando quer e a quantidade que deseja.

Ao apresentar os alimentos ao bebé deixando-o livre para escolher, tocar, cheirar e provar, facilita a introdução definitiva de sólidos uns meses mais tarde. O bebé fica desde cedo a conhecer a textura, a cor, o cheiro e o sabor real dos alimentos, facilitando a sua inserção na sua alimentação.

O facto de durante o período da alimentação o bebé estar em contacto direto com vários alimentos, permite que a sua motricidade seja desenvolvida mais cedo.

Para saber mais sobre as várias vantagens do Baby Led Weaning, sugerimos a leitura do blog Just Natural Please. A mamã Rebento Joana Silva relata a sua experiência com o pequeno JD.

Essenciais da introdução da alimentação complementar

As Papas Biológicas da Topfer sem açúcares adicionados, com opção de serem isentas de glúten e sem lácteos, são uma presença essencial nesta fase. São uma solução prática e saudável, indicadas a partir dos 6 meses.

Após iniciada a alimentação complementar será normal o bebé interessar-se pela comida onde quer que esteja e aí, nada como ter sempre à mão opções saudáveis e seguras como as bolachinhas vegan! As bolachinhas da The Love Food são ideias para serem as primeiras bolachinhas do bebé. São biológicas, sem glúten e sem açúcares. Perfeitas para uma saída de casa à pressa!

Com os alimentos sólidos, vem a sujidade! Prepare-se com babetes de vários tamanhos, formatos e tecidos que se adaptam a cada etapa e prepare-se para aceitar como parte integrante do processo pensando que não será sempre assim!

Para além dos babetes, é também sempre bom ter umas toalhitas reutilizáveis à mão. Para juntar às toalhitas e limpar todas as superfícies e utensílios do bebé de forma natural para a pele e para o ambiente veja a nossa receita de multi usos de limpeza caseiro clicando aqui.

Os pratos e tabuleiros mais famosos, os Mini-Mat, são uma opção segura e divertida para iniciar a alimentação complementar do bebé. Com uma excelente aderência, apresenta um tamanho ideal para o levar consigo para todo o lado!

Para os bebés que gostam de beber água pelo biberão sugerimos os de vidro com tetina de borracha natural da Hevea. Estes biberões possibilitam ao bebé mais autonomia e independência por serem fáceis de segurar!

Por fim, um dos nossos best sellers e um dos artigos que faz muitas famílias felizes. O tabuleiro Tidy Tot que se incorpora na cadeira de refeição do seu bebé. Com uma medida universal, é muito prático e fácil de limpar permitindo o bebé explorar livremente.

Oferta: 3 receitas saudáveis para fazer e partilhar com o seu bebé

Oferecemos-lhe 3 receitas saudáveis indicadas para bebés a partir dos 6 meses!

Panquecas, Crackers e Mini-Burgers: descubra já estas receitas descarregando os PDFs clicando aqui!

One reply on “Introdução dos Sólidos: a Alimentação do Bebé de 6 meses

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *