A Importância dos Probióticos na Gravidez

A gravidez é um momento de graça e de desafios. é um momento fugaz da vida de uma mulher, mas que a marca para sempre. Por isso, quanto melhor tratarmos de nós e dos nossos rebentos durante (e após também) a gravidez, mais felizes serão as nossas memórias. Os probióticos são uma das valiosas dicas que tenho para vos apresentar, principalmente às mulheres que neste momento se encontram em estado de graça.

Sendo um assunto que se encontra na ordem do dia, já muito ouvimos falar sobre eles, sobre estas “boas” bactérias.

São microorganismos que vivem dentro de nós, no nosso sistema digestivo e que desempenham uma série de funções como ajudar a digerir os alimentos e a se comunicar com nosso sistema imunitário.

Os probióticos encontram-se naturalmente em alimentos fermentados como nos iogurtes, no chucrute, na kombucha e no kefir.

Embora incentive o consumo regular destes alimentos, por vezes, a nível terapêutico por si só não bastam, tendo de, e repito, por vezes, se recorrer a um suplemento probiótico.

Deixo-te aqui três dos principais motivos pelos quais considero muito pertinente a sua toma.

Suporte ao bom funcionamento do nosso sistema imunitário

Os microorganismos do sistema digestivo estão em constante comunicação com o nosso sistema imunitário, logo é lógico associar um ao outro uma vez que as nossas boas bactérias enviam sinais aos nossos soldadinhos internos (sistema imunitário) para que a acção inflamatória do sistema imunitário diminua.

As investigações também têm associado a toma de suplementos probióticos durante a gravidez a um aumento das células imunes no leite materno, que são transmitidas ao bebé ajudando a diversificar a quantidade de microorganismos benéficos no seu sistema digestivo ainda em desenvolvimento.

Os probióticos e as terríveis cólicas dos lactentes

Tal como à grande maioria das recentes mamãs, as cólicas são um assunto que me toca perto, sabiam que cheguei a ficar uma semana sem dormir?! Pois é…grande parte dos recém-nascidos
passam por um período de cólicas que vai melhorando com a idade.

Os probióticos são uma das medidas de conforto que recomendo aos bebés e às grávidas pois algumas investigações têm associado a toma de probióticos a menores incidências de cólicas nos primeiros meses de vida.

Dermatite atópica (eczema) e sensibilidade alimentar nos lactentes

A dermatite atópica é um tipo comum de erupção cutânea que ocorre geralmente nos lactentes e nas crianças, causando bastante desconforto.

Algumas investigações têm associado a toma de probióticos durante e após a gravidez a uma menor incidência de eczema e a sensibilidade alimentar nos lactentes.

Flora intestinal diversificada e equilibrada

Mas porque é que é tão importante garantirmos que temos uma flora intestinal diversificada e equilibrada?

Porque são os microorganismos que passam da mãe para o filho que irão servir como primeira barreira de proteção nos recém-nascidos, ou seja, é o primeiro estimulo que o sistema imunitário da criança recebe após o nascimento para começar a protege-la de infeções e processos inflamatórios, logo são uma mais valia.

Aconselhe-se com o profissional de saúde que a segue, de forma a definirem a necessidade ou não de tomar um bom probiótico durante a gravidez, até porque em determinados casos, pode não ser adequado.

Além disso, é importante consumir alimentos que contêm naturalmente estas boas bactérias. Agora já sabe, nada como alimentar os nossos bons bichinhos internos para promover a saúde dos nossos rebentos.

Artigo escrito por

Artigo escrito por Vera Belchior, Naturopata e Autora do Livro “Nascer e Crescer Vegetariano”.

Referências

  • Baldassaree, M, A Mauro, P Mastromarino, M Fanelli, D Martinelli, F Urbano, D Capobianco, N Laforgia. Administration of a multi-strain probiotic product in the perinatal perioddifferentially affects the breast milk cytokine profile and may have beneficial effects onneonatal gastrointestinal functional symptoms, a randomized clinical trial. Nutrients. 2016 (8)677-690.
  • Sohn K, Underwood MA. Prenatal and postnatal administration of prebioticsand probiotics. Semin Fetal Neonatal Med. 2017 Oct;22(5):284-289. doi: 10.1016/j.siny.2017.07.002. Epub 2017 Jul 15.
  • Barthow, C, et al. The probiotics in pregnancy study (PiP Study): rationale and design of adouble-blind randomized controlled trial to improve maternal health during pregnancy andprevent infant eczema and allergy. Pregnancy and Childbrith. 2016 16:133-147.
  • Jamilian, M, F Bahmani, Z Vahedpoor, A Salmani, M Tajabadi-Ebrahimi, P Jafari, S Hashemi, Z Asemi. Effects of probiotic supplementation on metabolic status in pregnant women: arandomized, double-blind, placebo-controlled trial. Archives of Iranian Medicine. 2016 19(10)687-692.
  • Partty, A, L Lehtonen, M Kalliomakim S Salminen, E Isolauri. Probiotic lactobacillusrhamnosus GG therapy and microbiological programming in infantile colic: randomized, controlled trial. Pediatric Research. 2015 78(4)470-475.
  • Zhang, G, H Hu, C Liu, Q Zhang, S Shakya, Z Li. Probiotics for prevention of atopy and foodhypersensitivity in early childhood. Medicine. 2016 95(8)1-10.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *