Como escolher entre os diferentes tipos de fraldas reutilizáveis

Numa altura em que o ritmo alucinante do quotidiano parece contrastar com uma maior necessidade de proximidade com a natureza e preocupação com o planeta, as fraldas reutilizáveis são um assunto cada vez mais falado e discutido no mundo da puericultura.

As fraldas reutilizáveis são as fraldas de pano da era moderna. Se em tempos a logística da mudança das fraldas de pano, com os seus alfinentes perigosos e dobras difíceis, era complicada hoje a realidade é bastante diferente.

Para além das vantagens inegáveis das fraldas reutilizáveis, este tipo de fraldas também se adapta muito mais facilmente a cada bebé e a cada família.

Existe uma grande variedade de fraldas reutilizáveis, no que diz respeito aos seus tipos e materiais. Cada bebé e cada pai terá as suas próprias necessidades, sendo importante consultar as vantagens e desvantagens dos diferentes sistemas e escolher a melhor fralda reutilizável consoante a sua realidade.

Os diferentes tipos de fraldas reutilizáveis

Existem dois grandes sistemas de fraldas reutilizáveis: as de 1 passo e as de 2 passos. Ambos os sistemas têm duas estruturas em comum: uma parte absorvente e uma parte impermeável. O esquema seguinte ilustra esta divisão:

Sistema de 1 Passo

No primeiro sistema as fraldas encontram-se prontas a usar, tal e qual como as fraldas descartáveis, estando a parte absorvente e impermeável unidas (daí só requererem 1 passo). São as fraldas de bolso, as fraldas tudo-em-um (ou AIO, de all-in-one) e as fraldas tudo-em-dois (ou AI2, de all-in-two).

São compostas por uma capa impermeável e por um tecido interior que se manterá em contacto com a pele do bebé e ainda pelos absorventes respetivos que irão acumular o xixi.

Nas fraldas de bolso, os absorventes podem ser retirados para facilitar a lavagem e secagem, enquanto que nas tudo-em-1 os absorventes encontram-se cosidos à fralda, podendo ser utilizados dentro ou fora do bolso, consoante o material de que sejam feitos, facilitando assim a utilização.

Nas fraldas tudo-em-2, os absorventes estão normalmente presos à fralda através de molas ou velcro, o que permite que se comportem tanto como fraldas tudo-em-um como de bolso, conforme as preferências ou necessidades.

Vantagens

  • São mais fáceis de colocar por isso são normalmente as preferidas pelas creches ou por outros familiares.
  • As fraldas de bolso são de secagem mais fácil que as tudo-em-um, podendo até a parte da capa ser utilizada com outros absorventes extra, já que estes demoram mais tempo para secar.

Desvantagens

  • São fraldas mais caras que as de 2 passos.
  • Exigem uma montagem prévia à utilização (maior nas fraldas de bolso que nas tudo-em-um).

Sistema de 2 Passos

Nas fraldas do sistema de 2 passos é sempre necessário adicionar uma capa de forma a garantir a camada impermeável às fraldas utilizadas.

Podem ser utilizadas as tradicionais fraldas de pano ou musselinas ou ainda as fraldas pré-dobradas. Estas últimas são fraldas de pano que já se encontram reforçadas com várias camadas nas zonas de maior contacto com a urina do bebé, facilitando também a sua colocação.

Em ambos os casos, as fraldas são presas com snappies. Os snappis são o substituto moderno dos alfinetes-de-ama. Permitem segurar a fralda junto ao bebé de forma a evitar fugas.

Existem também as fraldas de contorno ou ajustadas. Estas são fraldas inteiramente feitas por material absorvente e que se moldam ao corpo do bebé. No caso das ajustadas, são presas ainda com molas ou velcro. Pelas suas características, estas fraldas apresentam um maior poder de absorção. São assim mais recomendadas para a noite ou para sestas mais prolongadas.

Vantagens

  • São normalmente mais baratas que as de 1 passo, e por isso também aconselhadas para o stock de recém-nascidos.
  • As capas podem ter mais que uma utilização seguida. Muda-se apenas o interior, desde que este tenha apenas pequenas quantidades de xixi.
  • As musselinas e as pré-dobradas são de lavagem mais fácil. Podem ser a melhor alternativa às fraldas descartáveis em férias ou viagens.
  • São ainda de secagem mais rápida, pelo que são ideais climas muito húmidos.
  • Para além da sua utilização normal como fralda, podem ainda ser usadas como reforço das fraldas de bolso ou tudo-em-1.

Desvantagens

  • São de colocação mais difícil, o que pode ser ainda mais complicado em bebés mais velhos.
  • As fraldas ajustadas são de secagem mais prolongada devido ao seu elevado poder de absorção.

Não existe um sistema ideal. Cada família, com as suas rotinas próprias, e cada bebé, com as suas características singulares, tem um tipo de fraldas que mais se adequam às suas necessidades.

Para que a escolha seja o mais acertada possível, é importante conhecer bem a oferta disponível e os prós e contras de cada tipo de fralda.

Escrito Por

Este artigo foi escrito por Ana Monteiro, mamã do pequeno Artur, professora de Yoga e organizadora de workshops e sessões de esclarecimento sobre a utilização de fraldas e acessórios ecológicos.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *