Bebé constipado? Saiba o que fazer!

Nesta época do ano é muito frequente pedirem-me conselhos para ajudar a combater as gripes e constipações dos mais pequenos. Geralmente digo que embora hajam plantas medicinais excelentes para ajudar a diminuir os sintomas de um bebé constipado, nada substitui a proteção que os alimentos podem dar. E é sobre isso que vos falo hoje.

Quando constipadas, as crianças e bebés, começam logo a ficar com o nariz congestionado, com muita ranhoca (corrimento nasal), febre baixa, tosse, perda de apetite, irritabilidade e dificuldade em dormir. Nós, pais, notamos logo que algo se passa, até é comum dizermos: “humm…acho que ele está a chocar alguma” certo?

Não é apenas instinto; é também capacidade de observação! A natureza das crianças é de felicidade, alegria e brincadeira. Quando isso se altera é bastante visível, até ao olhar dos mais distraídos. Assim, o nosso papel é orientá-las e ajudá-las a sentirem-se o melhor possível no menor espaço de tempo.

A posição da American Academy of Pediatrics é de que se deve evitar dar medicamentos para a tosse e constipações a crianças menores de 6 anos devido aos potenciais efeitos colaterais desses medicamentos. Portanto, seguindo esse conselho, opto, sempre que possível e de forma responsável, por métodos naturopáticos que facilitem o processo pelo qual o meu filho possa estar a passar.

A grande vantagem é que estes métodos tradicionais além de nutrirem a criança também lhe aliviam os sintomas e fortalecem o sistema imunitário.

No entanto, certifique-se que contacta o profissional de saúde do seu filho/a caso a febre dure mais de 3 ou 4 dias ou se os outros sintomas durarem mais do que uma semana. Se o bebé constipado tiver 3 meses ou menos e se apresentar febre, deve procurar de imediato apoio profissional.

Quero apenas deixar aqui uma nota em relação à febre...

A febre é um dos sinais mais evidentes de que o organismo encontrou algo desconhecido. Quando o corpo aquece há a libertação de substâncias responsáveis por acelerar o metabolismo através de processos inflamatórios, que melhoram a atuação das células de defesa do organismo contra fungos, bactérias e vírus.

Funciona mais ou menos assim: durante as infecções, o sistema imunitário interatua com o hipotálamo. Um aumento de 1ºC corresponde a um aumento de 10% das reacções de defesa do nosso corpo, sendo que alguns microorganismos infecciosos morrem a partir dos 38,8ºC.

Logo, se suprimirmos a febre com antipiréticos como o benuron®, além de atrasarmos o processo de recuperação também estamos a desativar os mecanismos de proteção intrínsecos.

Compreendo que por vezes assusta, mas lembre-se que o medo que tem da febre foi-lhe transmitido de geração em geração. É quase como uma “herança cultural”. Lembre-se também que as convulsões febris dão-se normalmente devido a um aumento brusco da temperatura corporal que geralmente ocorre quando se tomam antipiréticos, pois assim que passa o efeito do medicamento a temperatura dispara.

Claro que não devemos ser extremistas. Nem oito nem oitenta! Até determinada temperatura e de acordo com aquilo que observa no bebé constipado, deixe que sejam as suas defesas a reagirem, sempre observando de perto.

Aqui partilho alguns dos “truques” com resultados incríveis que uso quando tenho o bebé constipado.

Leite Materno 🍼

O bebé constipado ainda mama? Então o leite materno é o alimento mais importante, especialmente quando está doente. O leite materno fornece um equilíbrio único de nutrientes que ajudam a combater infecções e a recuperar rapidamente.

Alimentação 🍓

Sabemos perfeitamente que a dieta é fundamental para manter a saúde, mas mais ainda para recuperá-la. Eliminar o consumo de alimentos que prejudicam o sistema imunitário dos mais pequenos (e o nosso também) é super importante.

Diminua ao máximo a quantidade de açúcar que os seus filhos comem, incluindo sumos de fruta. Diminua igualmente o consumo de lacticínios como o leite, o queijo e a manteiga. Aumente a oferta de vegetais, como a couve e os brócolos, a quantidade de fruta fresca e de leguminosas.

Líquidos 💧

Certifique-se que dá ao seu filho/a muito líquidos para evitar a desidratação. Uma boa hidratação ajuda a eliminar as secreções do corpo, tornando mais fácil a expulsão dos germes e a reduzir o congestionamento. Ofereça água morna, batidos naturais de fruta/legumes, caldos e cremes de vegetais em intervalos regulares.

Limão 🍋

O limão possui propriedades antibacterianas e anti-inflamatórios que ajudam a reduzir os sintomas de um bebé constipado. Ajuda com a dor de garganta, o corrimento nasal e a tosse, auxiliando o organismo na luta contra as gripes e as constipações.

  1. Coloque o sumo e as cascas de 4 limões com 1 colher de sopa de gengibre ralado numa panela.
  2. Cubra com água a ferver todos os ingredientes e deixe em decocção durante 10 minutos.
  3. Coe o líquido e dilua numa quantidade igual de água morna. Acrescente mel (de um produtor local) ou xarope de ácer a gosto (mas sem exageros!).
  4. Dê ao seu filho a beber algumas vezes por dia.

Nota: Para os bebés com menos de 1 ano, troque o mel por extracto ou folhas de Stevia para adoçar e facilitar a toma.

Caldo de Legumes 🥕

O caldo de legumes quente é uma óptima opção para o bebé constipado ou para qualquer membro da família. É leve, nutritivo e ajuda a aliviar o congestionamento nasal. Os antioxidantes presentes aceleram o processo de recuperação.

Inclua também alho que é conhecido como o antibiótico da natureza. O alho é anti-bacteriano, anti-microbiano, anti-fúngico e anti-viral.

Escolha legumes biológicos que sejam doces, como a cenoura, a beterraba e a batata-doce. Deixe cozer durante mais ou menos 40 minutos em lume brando, coe e sirva ao bebé constipado 2 a 3 vezes por dia.

Laranjas 🍊

A vitamina C presente nas laranjas e noutros citrinos ajuda a aumentar a produção de glóbulos brancos. Os glóbulos brancos combatem os agentes patogénicos, agilizando os sintomas, como a tosse, a dor de garganta e o corrimento nasal.

Para crianças a partir dos 2 anos pode oferecer 1 a 2 copos de sumo de laranja (com a polpa da fruta) com cenoura diariamente e também laranjas aos pedaços para irem chupando. Se o bebé constipado tiver menos de 2 anos, deve diluir o sumo de laranja numa quantidade igual de água morna e dar a beber em intervalos regulares.

Gengibre

O Gengibre contém inúmeras propriedades medicinais destacando-se o seu efeito anti-inflamatório, antibacteriano, imunoestimulante, antiviral e antitússico. Ao mesmo tempo é sudorífico, ou seja, induz a transpiração que por sua vez alivia a febre ligeira.

  1. Coloque 6 chávenas de água com ½ chávena de gengibre sem a casca em fatias finas e 1 pau de canela numa panela.
  2. Deixe cozinhar em lume brando durante 20 minutos e depois coe.
  3. Adicione mel, xarope de ácer ou umas gotas de Stevia. Ofereça ao seu filho, em pequenas colheres, várias vezes ao dia.

O bebé constipado tem menos de 1 ano? Nesse caso, deve-se diluir o líquido em água morna antes de oferecer e não se adiciona mel. O gengibre é fácil de incluir num batido de vegetais verdes com fruta. No entanto, caso o seu filho note a diferença, pode ir adaptando o seu paladar ao colocar gradualmente uns bocadinhos de gengibre nas sopas.

Probiótico

Os probióticos, especialmente os lactobacillos, demonstraram reduzir a incidência de febre, tosse, corrimento nasal e uso de antibióticos. (Leyer GJ, et. al 2009)

Bebé Constipado: Dicas Adicionais

  • Abra uma pequena fresta da janela do quarto do bebé constipado. É important fazer circular o ar para reduzir a dificuldade respiratória.
  • Faça vapores ou irrigações com soro fisiológico para manter as vias aéreas lubrificadas. O uso de soro demonstrou reduzir significativamente as infecções respiratórias em crianças (Slapak Iet.al, 2008). Use 2-3 vezes por semana. Clique aqui para ver um vídeo que explica como fazer.
  • Eleve a cabeceira da cama com um travesseiro extra à noite para que o muco possa drenar.

Referências

  • Leyer GJ, Li S, Mubasher ME, Reifer C, Ouwehand AC. Probiotic effects on cold and influenza-like symptom incidence and duration in children. Pediatrics. 2009 ;124 (2) : e172- e179.
  • Pratter MR. Cough and the common cold: ACCP evidence-based clinical practice guidelines. Chest. 2006;129(1 suppl):72S-74S.
  • Slapak I, Skoupá J, Strnad P, Horník P. Efficacy of isotonic nasal wash (seawater) in the treatment and prevention of rhinitis in children. Arch Otolaryngol Head Neck Surg. 2008 ;134 (1) : 67-74.

Escrito Por

Artigo escrito pela Naturopata Vera Belchior. Pode acompanhar o trabalho da Vera Belchior no seu Facebook e também no seu site/blog verabelchior.com.

avatar
  Subscribe  
Notify of