Babywearing: quais as vantagens e como adotar esta prática

O babywearing é a prática de carregar o bebé junto ao cuidador, ao invés de o colocar sempre num carrinho, ovinho ou espreguiçadeira de bebé. O bebé está ao colo e os papás ficam confortáveis e com as mãos livres! O transporte do bebé pode ser feito através de slings, de panos ou de mochilas ergonómicas, sendo umas das mais conhecidas as da marca Ergobaby. Contudo, mesmo sendo cada vez mais falado, ainda são muitas as pessoas que se questionam sobre o que é o babywearing e como adotar esta prática.

Quais são as vantagens do babywearing?

Fazer babywearing permite à mamã ou papá (ou qualquer outra pessoa) ter total liberdade de movimentos. Não precisa de se preocupar em empurrar carrinhos ou carregar ovos!

O calor no qual o bebé está envolvido permite também que ele esteja mais confortável, sem necessitar de tantas camadas de roupa.

O contacto natural permite ao adulto sentir melhor as necessidades do bebé e de estar em comunicação constante com ele.

A partir de quando?

É possível fazer babywearing desde o nascimento do bebé. Aliás, é até recomendado! O babywearing nos recém nascidos é uma excelente forma de fazer uma passagem delicada entre a vida uterina e a nova vida do bebé.

As vantagens de praticar babywearing desde o nascimento são várias:

  • Favorece a ligação emocional entre o pai/mãe e o bebé;
  • No nascimento, o sistema de termorregulação do bebé ainda não está desenvolvido a 100%. Assim, o bebé utiliza o sistema de termorregulação do adulto que o transporta;
  • O babywearing dá segurança ao bebé através do calor, do cheiro e dos batimentos cardíacos do adulto;
  • Um bebé carregado com um porta-bebé terá tendência a chorar menos durante o dia;
  • O babywearing favorece o adormecimento;
    O babywearging é uma técnica recomendada para bebés com refluxo, cólicas ou com plagiocefalia;
  • Ao ser carregado, o desenvolvimento psicomotor global do bebé é favorecido, pois o bebé deve reagir à mudança de posição do adulto, desenvolvendo assim o seu sentido de equilíbrio.

O que ter em atenção na escolha de uma mochila porta-bebé?

Durante a escolha de uma mochila porta-bebé, deve garantir que esta é ergonómica e confortável, tanto para si como para o bebé. Para um conforto máximo, sobretudo para transportes longos, confirme que as alças do porta-bebé são acolchoadas e os materiais do tecido são naturais e respiráveis.

É essencial que o porta-bebé tenha um assento ergonómico e que seja adequado ao peso do bebé. No caso das mochilas Ergobaby, os assentos ou se ajustam gradualmente ao desenvolvimento do bebé ou têm um redutor. Todos os modelos da Ergobaby podem ser adaptados a cada fase do bebé e a posições diferentes!

Ergobaby|Rebento.pt

Para saber até que peso podem ser utilizadas, pode consultar as fichas técnicas de cada um dos modelos, sendo que no geral os modelos podem ser utilizados até aos 15-16kg do bebé.

Para garantir segurança e conforto do bebé, é importante que a mochila tenha um suporte para a cabeça e para o pescoço, e que não sinta o bebé “solto” ou desamparado.

Outros acessórios ou funcionalidades extras, como chapéus embutidos com proteção solar 50+ ou posições extras, podem ser encontradas consoante o modelo que escolher!

Cuidados e Conselhos para Carregar o Bebé

Para estar confortável em carregar o bebé durante muito tempo e para proteger a coluna vertebral (a sua e a do bebé), deve escolher um porta-bebé de qualidade e no qual pode transportar o seu bebé na posição de “rã”. Veja o investimento como comprar um bom carrinho onde o bebé irá passar muito tempo.

Nesta posição o bebé está “sentado” no porta-bebé, com as pernas afastadas e com os joelhos mais acima do que o quadril.

É a posição natural como se o tivesse nos seus braços, sendo a posição mais espontânea para o bebé.

Esta posição é também com a qual o adulto sente menos peso, sendo uma posição estável tanto para si, como para o bebé.

É também a posição mais recomendada pelos médicos para um bom desenvolvimento da coluna vertical do bebé.

Porquê a Ergobaby

A Ergobaby foi criada por Karin Frost, que decidiu criar o melhor método para transportar o seu bebé com ela.

A sua visão? Criar um porta bebés com um melhor suporte ao desenvolvimento da coluna enquanto o peso do bebé se distribuía pelas ancas e ombros, aliviando o stress nas costas e pescoço.

Em 2003 nasceu a Ergobaby, marca que é hoje uma das mais vendidas no mundo inteiro, com uma oferta que vai hoje além dos porta-bebés. Hoje é possível encontrar swaddles, acessórios e até almofadas de amamentação. Tudo em prole do conforto e segurança de mamãs, papás e rebentos.

Porta-Bebés na Rebento

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *